Desde sua criação, o MERCOSUL surgiu para assegurar aos países membros, benefícios no âmbito econômico, social e da cidadania. Para as empresas, as vantagens são inúmeras. Conheça as 5 principais e comece a perceber os resultados positivos!

Conforme já vimos aqui no blog, o MERCOSUL surgiu para permitir a livre circulação de bens, serviços e fatores de produção; eliminar as barreiras tarifárias e não-tarifárias do comércio entre os países membros; adotar uma tarifa externa comum (TEC) e coordenar as políticas macroeconômicas. Além disso, seu surgimento se deu pelo desejo de manter a democracia e o desenvolvimento econômico dos países membros. Com isso, a questão econômica (livre circulação de mercadorias), social (diminuição das desigualdades) e da cidadania (integração) são amplamente discutidas e analisadas pelos componentes desse bloco. Sua divisão se dá da seguinte forma:

Membros efetivos: Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela (2012*);

Membro parte em processo de adesão: Bolívia (2012);

Membros associados: Chile (1996), Peru (2003), Colômbia (2004), Equador (2004), Guiana (2013) e Suriname (2013);

Membros observadores: México (2006) e Nova Zelândia (2010).

*A Venezuela foi suspensa do Mercosul, por tempo indeterminado, em dezembro de 2016.

Além dos benefícios macros, já mencionados, exportar para os países do MERCOSUL traz inúmeras outras vantagens. Confira!

1 – DISTÂNCIA

Como os países pertencentes ao MERCOSUL ficam geograficamente localizados próximos, o tempo de chegada dos produtos é relativamente baixo, se comparado aos demais países do globo. Dessa forma, as empresas não precisam ter grandes estoques de segurança e conseguem manter o fluxo de produção, reduzir os custos de armazenagem e evitar o estoque de produtos sazonais ou perecíveis;

adasdsads asda sasdsa

2 – IMPOSTOS

Um dos principais quesitos a serem analisados na hora de comercializar com os países do MERCOSUL, sem dúvidas, diz respeito à redução de impostos. O imposto de importação pode ser praticamente nulo, resultando em transações comerciais mais econômicas e vantajosas para as empresas;

3 – FINANCIAMENTO

Grande parte das empresas necessita de financiamentos para realizar investimentos, os quais apresentam altas taxas de pagamentos. Ao realizar o comércio entre países participantes ao MERCOSUL, é possível obter linhas de crédito com taxas menores ou que possibilitam um maior tempo para pagamento;

4 – DESBUROCRATIZAÇÃO

Quando se pensa em exportar, logo se imagina que o processo será complexo e muito burocratizado, porém, isso pode ser facilitado. Como?! Por meio de empresas que auxiliem e agilizem o processo, como a Growover. Uma empresa focada em verificar e apresentar as melhores soluções de investimento internacional;

5 – DÓLAR

Outro ponto positivo quando se comercializa para os países como ARGENTINA e URUGUAI, membros do MERCOSUL, é que as compras e vendas podem ser pagas na moeda local e não apenas utilizando o dólar. O pagamento de compras e vendas utilizando suas respectivas moedas, se dá por meio de convênios SML (Sistema de Pagamento em Moeda Local). No momento, existem três convênios SML firmados pelo Banco Central do Brasil (BCB): o primeiro com o Banco Central da República da Argentina (BCRA), o segundo com o Banco Central do Uruguai (BCU) e o terceiro com o Banco Central do Paraguai (BCP), esse, em fase de regulamentação. Isso impacta em uma negociação mais assertiva, pois as moedas desses países, costumam oscilar muito menos do que a moeda norte americana.

Mas então, o que é preciso fazer para exportar para o MERCOSUL?

Primeiramente, é necessário analisar o que a sua empresa comercializa e qual o país mais adequado para esse fim. A Growover realiza essa verificação, bem como, contata os prováveis responsáveis pela sua empresa nos países vizinhos. Após essa primeira análise, é preciso verificar a classificação tarifária da mercadoria (NCM), para conhecer a alíquota da TEC (tarifa externa comum) que será aplicada. Depois, deve-se preencher o Registro de Exportação (RE) e providenciar o Certificado de Origem a ser enviado ao importador. Processos esses, pensados e executados por empresas como a Growover.

Além disso, muitos outros detalhes precisam ser vistos e analisados. Por isso, é extremamente importante contar com parceiros que auxiliam no processo.

Entre em contato conosco e descubra todos os ganhos que você e sua empresa terão ao realizar importações e exportações.

A Growover é uma empresa brasileira, situada em Caxias do Sul e atuante no comércio internacional. No Brasil, auxilia pequenas e médias empresas a expandir sua participação no mercado internacional, importando ou exportando. E no exterior, ajuda empresas estrangeiras a encontrar parceiros, investimentos e oportunidades de negócio no Brasil.

Abra as portas do mundo e tenha inúmeras possibilidades!