Em 2017 celebraram-se os 10 anos de uma parceria estratégica entre Brasil e União Europeia, estabelecida pela Declaração de Lisboa, em 4 de julho de 2007. E esse fortalecimento pode ser bastante benéfico para a economia do país

Estabelecer relações comerciais com outros países pode ser bastante vantajoso, desde que isso seja feito analisando todos os pontos possíveis para manter essa relação sempre saudável. Por esse motivo a antiga relação comercial entre Brasil e União Europeia é renovada e impulsionada positivamente há muitos anos.

Em 2007, houve a assinatura da Parceria Estratégica e a relação atingiu um novo patamar, maximizando as oportunidades. Com esse acordo, há um aprofundamento nas relações políticas e a diversificação das iniciativas de cooperação. Esses países se tornaram fortes aliados em defesa do multilateralismo e dos valores democráticos, a promoção da paz e da segurança internacionais, na expansão do comércio e na eliminação das barreiras comerciais, na geração de empregos e no fomento à competitividade e inovação.

E por esses motivos essa relação econômico-comercial é de imensa relevância para ambos os lados, principalmente para empresas que pretendem expandir os seus negócios e exportar para um dos membros da UE. Hoje, pode-se considerar que a UE é um dos maiores parceiros comerciais do Brasil, pois detém um dos mais importantes estoques de investimentos no Brasil, ao passo que o país se transformou em importante fonte de investimentos diretos estrangeiros na UE (5º maior). E por ser uma relação bastante expressiva existe um potencial de expansão nessa parceria para os negócios e os investimentos, se levarmos em consideração as negociações de acordo comercial entre MERCOSUL e União Europeia, as expectativas são bastante positivas.

Confira alguns dados importantes que comprovam essa parceria de sucesso:

  • Esses países são importantes parceiros comerciais, com trocas que alçaram mais de US$ 30 bilhões em alguns meses de 2017. As exportações brasileiras foram de US$ 16,85 bilhões e as importações de US$ 15 bilhões.
  • A União Europeia é a região que mais investe no país: o estoque de investimento da UE, em 2014, somou US$ 262 bilhões, quase a metade de todo o investimento estrangeiro no Brasil. Em 2016, o intercâmbio comercial entre eles atingiu US$ 64,42 bilhões.
  • De acordo com o site europa.eu, o comércio entre eles representa 33,6% do comércio total dos países europeus, comparado com os da América Latina (dados referentes ao ano de 2014). E para o comercio brasileiro, a UE é o principal parceiro, representando 19,5% do total.

cumprimento de mãos

Confira alguns pontos que favorecem as negociações entre os países:

Essa parceria entre o Brasil e a UE aliam a força da tradição e o impulso constante da renovação. Ao longo desses anos, aprofundou-se a cooperação em temas globais, ciência e inovação, tecnologia da informação e das comunicações, energia, direitos humanos, mudanças climáticas, desenvolvimento sustentável e temas econômicos. O que favorece as negociações para empreendimentos que sejam ligados a esses assuntos e que desejam importar ou exportar. E dentro dessas renovações as importações provenientes daqui, tiveram focos em produtos primários, bens agrícolas, combustíveis e minerais. Não obstante, os produtos industrializados também representam uma fatia significativa e incluem: máquinas, equipamentos de transporte e outros bens de consumo para impulsionar os negócios locais.

Se você possui uma empresa e quer expandir seus negócios, investir em exportação para os países da união Europeia pode ser bastante vantajoso. E levando em consideração os históricos positivos dessa relação, o processo para iniciar a exportação pode ser mais amigável. E se você precisar entender mais sobre esses processos, existem empresas especializadas que podem auxiliar, como a Growover.

A Growover é uma empresa brasileira, situada em Caxias do Sul e atuante no comércio internacional. No Brasil, auxilia pequenas e médias empresas a expandir sua participação no mercado internacional, importando ou exportando. E no exterior, ajuda empresas estrangeiras a encontrar parceiros, investimentos e oportunidades de negócio no Brasil.

Abra as portas do mundo e tenha inúmeras possibilidades!